Que tal um “Gift Coaching”?

Quero abrir este espaço para mostrar um novo programa muito interessante que está sendo promovido pela ICF – International Coach Federation através de sua regional São Paulo. A ICF, para quem não conhece, é a maior entidade de congregação dos profissionais que atuam com Coaching no mundo, com mais de 20.000 associados.
Coaching é um processo que gera mobilidade nas pessoas ou corporações, não é consultoria muito menos terapia. Um profissional preparado, individualmente ou em times, faz questões de reflexão e leva as pessoas a uma auto descoberta e tem como objetivo aumento dos potenciais inerentes com respectiva diminuição de possíveis interferências – internas ou externas. É hoje uma das ferramentas mais utilizadas pelas grandes corporações para preparar seus executivos.
Óbvio que um atendimento deste tipo, por um profissional sério, treinado e com experiência efetiva no processo, tem um valor – muitas vezes não acessível a todos.
Mas aí que entra o novo projeto iniciado recentemente pela ICF-SP. Rodrigo Aranha, atual presidente, trouxe a ideia da ICF Global e está à frente de sua implantação por aqui. Rodrigo nos explica mais sobre esta boa ideia.

“O Gift of Coaching é um programa que foi criado pela ICF Foundation e eu tomei conhecimento quando estava em contato com eles. Imediatamente, senti que faria muito sentido aplicar o programa no Brasil. Ele é muito simples: por um lado, temos ONGs que, como qualquer organização, podem ter demandas para Coaching executivo por conta de temas relacionados a questões organizacionais, de liderança, de competências, de habilidades ou comportamentais de forma geral. Por outro, temos Coaches – profissionais dispostos a praticar pro bono Coaching, isto é, serviços de Coaching executivo não remunerados, porque entendem haver um propósito maior e um sentido de contribuição que possam ajudar uma ONG a causar um impacto ainda maior na sociedade através do cumprimento da sua missão. Nosso papel, na ICF-SP, é fazer a conexão entre essas duas partes. Temos, hoje, cerca de 100 membros e acreditamos que boa parte desses tenham interesse em participar do programa. Estamos iniciando o programa em duas ONGs: o Instituto Rodrigo Mendes e a Gastromotiva. A partir dai,vamos ajustar o que for necessário e dar andamento normal, buscando atender o que entendo poderão ser duas demandas: ONGs buscando ajuda e Coaches dispostos a praticar pro bono coaching dentro da estrutura criada pelo programa”.

O programa que Rodrigo explica é chamado de Gift Coaching – um nome bem sugestivo e alinhado com sua missão. Podemos pensar quantas pessoas podem ser beneficiadas se o conceito for expandido rapidamente? Uma ação social com resultados práticos – e a custo Zero.